Dra. Renata Oliveira Fernandes - C.R.M. 79.532

Rua José de Almeida, 27 Nova Campinas | Campinas/SP | CEP 13092-400 | Fone (19) 3255-2717

logo sculpteur png.png

Acne é o nome científico do que conhecemos por "espinhas".Trata-se de uma doença de pele que afeta uma estrutura chamada folículo pilo-sebáceo.

Existe o envolvimento de uma bactéria chamada P. acnes. No ambiente criado dentro do folículo obstruído, esta bactéria se multiplica e produz substâncias que iniciam um processo de inflamação, transformando-se em espinha.

 

A acne ocorre em todas as raças e os locais em que ela mais aparece são a face, o peito e as costas, onde há maior concentração de folículos pilo-sebáceos.

 

A acne pode ter influência hereditária, ou seja, quando os pais tiveram um quadro de acne, a chance de o filho ter também é grande. Além disso, as alterações hormonais exercem papel importante. É por isso que a acne é tão comum entre os adolescentes, que passam por um processo de alteração hormonal. Entretanto, a doença não é exclusividade dos jovens, sendo também comum em mulheres adultas devido às flutuações dos hormônios.

 

Outro fator que pode contribuir para o surgimento da acne é o estresse. Ansiedade, alterações no sono e cansaço, típicos de picos no trabalho, por exemplo, podem fazer com que o corpo libere hormônios específicos que favorecem o surgimento da acne. Problemas de ovários policísticos também merecem ser investigados, pois podem estar relacionados com variações hormonais anormais e consequentemente com o aparecimento da acne.

 

Não podemos esquecer que o uso inadequado de cosméticos e maquiagens também podem comprometer a saúde da pele. É preciso escolher os produtos certos para a pele oleosa e evitar receitas caseiras. Limpar adequadamente a pele após o uso de maquiagem é o primeiro passo para ficar longe de cravos e espinhas.

 

​Acne